eTudo Saúde Dietas Dieta do Mediterrâneo

Dieta do Mediterrâneo

Saiba mais sobre a Dieta do Mediterrâneo, como fazer e quais os alimentos são permitidos e quais precisam ser evitados no Cardápio.

Dieta do Mediterrâneo

Hoje em dia é comum as pessoas pesquisarem sobre dietas e tentarem mudar a alimentação, pois, cada vez mais, os homens e as mulheres estão tentando manter a forma, perder peso e também ter uma alimentação mais saudável. Uma das dietas que mais tem sido comentada pelas pessoas e que estão gostando dos resultados é a Dieta do Mediterrâneo, sendo reconhecida por alguns como a melhor dieta do mundo.

A dieta foi divulgada pelo médico Ancel Keys, em 1945 e recebeu esse nome, pois no cardápio, estão incluído alguns alimentos que são característicos da alimentação dos países que o Mar Mediterrâneo banha. Além de ajudar na redução do peso, essa dieta ajuda a manter um controle da pressão arterial e também ajuda na prevenção do diabetes e diminui a incidência de doenças cardíacas.

Das dietas mais conhecidas pelas pessoas, essa é uma das que contém o cardápio mais equilibrado e, segundo algumas pesquisas, ela é mais fácil de fazer e de manter, pois não restringe os alimentos que tem gordura e nem os carboidratos, como acontece em outras dietas, como por exemplo, na dieta do Dr. Atkins.

Dieta do Mediterrâneo

Para fazer a dieta, é preciso manter uma alimentação balanceada e saudável, as refeições são compostas por frutas, legumes, peixes, alimentos integrais, grãos e também por alimentos que possuem a gordura saudável e que não é prejudicial ao organismo, como as nozes e o azeite, que deve ser consumido a cada refeição.

Na dieta, também é permitido o consumo de bebida alcoólica, mais especificamente o vinho, mas o consumo tem que ser moderado. O recomendado é que seja consumida uma taça de vinho tinto por dia. Para as pessoas que não consomem bebida alcoólica ou preferem evitar, podem substituir o vinho pelo suco de uva integral, pois ele tem o mesmo efeito benéfico que o vinho traz ao organismo. No caso do vinho, se o consumo for feito de forma exagerada, poderá trazer conseqüências e fazer com que a dieta não dê certo, excedendo as calorias permitidas no dia.

Alimentos para evitar

As carnes de bovinos e de suínos, os doces e açúcares em geral, sendo permitido o consumo de sobremesas duas vezes na semana. Leite e os carboidratos que não são integrais.

Alimentos permitidos

É permitido o consumo de frutas em geral, podendo ser consumidas como sobremesa. 1 taça de vinho ou suco integral de uva. As proteínas das refeições ficam por conta dos ovos, frutos do mar, peixes e algumas verduras e legumes. A vantagem do peixe nessa dieta é que ele é rico em ômega 3 e ômega 6, que tem ação anti-inflamatória e anti-oxidante. Os carboidratos integrais e grãos integrais, frutas secas, legumes, verduras, castanhas, azeitonas, queijos com pouca gordura e azeite de oliva serão os alimentos permitidos nas refeições enquanto estiver fazendo a dieta.

Pirâmide da Dieta do Mediterrâneo

Nesta dieta, o importante é montar o seu cardápio de acordo com os alimentos permitidos, porém, as proporções também devem ser respeitadas. Com base na pirâmide de alimentos da dieta do mediterrâneo, você deverá estipular a proporção de alimentos em seu prato. Os alimentos da base da pirâmide podem e devem ser consumidos em maior quantidade, já os da ponta, você deverá ingerir em menor quantidade.

Dieta do Mediterrâneo

Cardápio da Dieta do Mediterrâneo

Comentários através do Facebook