eTudo Bem Estar Saúde Brasil em busca de uma vacina contra Covid 19 faz testes de...

Brasil em busca de uma vacina contra Covid 19 faz testes de duas que prometem ser promissoras

Brasil em busca de uma vacina contra Covid 19 faz testes de duas que prometem ser promissoras

No dia 20 de julho de 2020 uma vacina começará a ser testada aqui no Brasil. Os testes foram autorizados pela ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária), a empresa chinesa Sinovac dona da vacina, em parceria com o Instituto Butantan. No inicio a vacina vai começar a ser testada em São Paulo, depois os testes serão realizados em outros 5 estados, incluindo o Distrito Federal.

Publicidade

A vacina Inovac está sendo uma das mais promissoras para combater o Coronavírus. Centenas de milhares de pessoas aguardam por essa vacina, pois ela representa uma nova vida, um novo recomeço sem temer o vírus. A vacina será aplicada, a princípio em médicos, enfermeiros e profissionais de saúde que estão atuando no combate ao covid. Mas, é preciso que os candidatos ainda não tenham sido infectados pelo vírus.

Os candidatos também não podem estar fazendo testes para outra vacina, e se for mulher, não poderá estar grávida. Pessoas que tomam medicamentos que alteram a resposta imune do organismo.

Parceria realizada entre a China e São Paulo

Serão voluntários, para a vacina, cerca de nove mil profissionais de saúde, a vacina desenvolvida pelo Instituto BUTANTAN e o Laboratório Chinês Sinovac. Os testes serão feitos em cinco estados, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.  A vacina será realizada através de um aplicativo, que ainda não está disponível. Caso a vacina seja eficaz, deverá estar disponível para a população, em meados de 2021.

Vacina ChAdOx1 nCoV-19

No entanto, essa não é a única vacina a ser testada aqui no país, a Universidade de Oxford, no Reino Unido, fez uma parceria com a farmacêutica AstraZeneca Brasil Ltda, uma das mais avançadas até agora, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) é a mais avançada no mundo por conta do desenvolvimento da mesma. A vacina, ChAdOx1 nCoV-19, está sendo testada na África do Sul e no Brasil, depois de fazer testes no Reino Unido e terem sidos muito bem sucedidos.

Aqui no Brasil os testes estão sendo liberados em São Paulo pelo CRIE (Centro de Referência para Imunológicos Especiais) da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo). Tanto a equipe médica, quanto a infraestrutura de equipamentos está sendo financiados pela Fundação Lemann. A UNIFESP que está recrutando os primeiros mil voluntários, os outros mil serão recrutados no Rio de Janeiro.

Vacinas sendo testadas

No mundo, hoje em dia estão sendo testadas cerca de 136 vacinas contra o Covid 19, sendo que 12 estão em estudos clínicos, dessas 12 que estão em estudos clínicos têm três que já estão na fase mais avançada que é a 3. E uma dessas três é a que o Laboratório brasileiro, Btutantan está desenvolvendo e é uma das que tem grandes probabilidades de ser aplicada na população.  De acordo com Dimas Tadeu Covas, diretor do Instituto Butantan, já foram reservadas 60 milhões de doses para aplicar na população brasileira, se a vacina for aprovada. O Ministério da Saúde será o responsável para distribuir as doses.

A parceria com a Sinovac e o Butantan é muito eficiente, pois com a aprovação do ensaio clínico estado na fase 3 traz uma grande esperança para todos, pois essa é uma pandemia que está ceifando milhares de vida em todo mundo.

Os testes que serão feitos no Distrito Federal serão coordenados por Gustavo Romero, um conceituado infectologista. A vacina é aplicada em duas doses dando intervalo de 14 dias para a próxima dose. A vacina teve excelentes resultados na aplicação da segunda dose, essa é a fase dois chamada de desenvolvimento. A vacina tem o objetivo de fazer com que o corpo produza anticorpos que combaterão o vírus no organismo.

Essa vacina é a segunda que está sendo realizado testes no Brasil, pois somente duas foram autorizadas pela ANVISA. Com essa autorização o ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello pretende, caso a vacina seja aprovada, confeccionar as doses aqui no Brasil para poder aplicar na população e não ter que comprar a vacina.

Publicidade

Uma esperança para o mundo

Com a pandemia que afeta o mundo todo e tem vitimado milhares de pessoas de todas as idades, o surgimento de uma vacina eficaz com capacidade de parar com a contaminação com o Covid19, faz com que o mundo comece a ter esperança. Depois que a Covid 19 apareceu, as pessoas tiveram que se isolar mudando a rotina e o dia a dia das pessoas. Com a vacina a vida pode voltar ao normal, as pessoas irem ao trabalho, crianças e jovens podendo retomar os estudos e fazer com que a economia global possa se recuperar.

Vacinação em brasileiros

De acordo com Arnaldo Correia de Medeiro, secretário nacional de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, assim que a eficácia dos testes for comprovada, já logo no inicio do ano de 2021 será realizada uma campanha de vacinação, com público alvo definido. Primeiro serão vacinadas as pessoas que são mais vulneráveis à Covid 19, com a aprovação da vacina serão vacinados idosos, pessoas com comorbidades, professores, profissionais de saúde, indígenas, profissionais de segurança, pessoas privadas de liberdade e motoristas de transporte público.

Caso a vacina seja eficaz e possa ser aplicada com segurança e o Brasil tiver registro, poderão ser feitas mais de 70 milhões de doses, com um valor aproximadamente de US$ 2,30 por dose. Sendo esse acordo firmado, o Brasil estará de líder no desenvolvimento da vacina contra o Coronavírus. A vacina estará a disposição para ser aplicada em todos os brasileiros, bem como fabricar e vender para outros países.

Publicidade

Comentários através do Facebook