eTudo Hobbies e lazer Frases Cartas de Amor

Cartas de Amor para Namorado

Veja alguns modelos de Cartas de Amor para Namorado, para que você possa enviar para o seu.

Cartas de Amor

Há alguns anos eram muito comum que as namoradas enviassem cartas para o namorado e vice-versa, era uma forma de comunicação entre eles para os que moravam longe e não conseguiam se ver com tanta freqüência. Já os que moravam na mesma cidade ou que também moravam em cidades diferentes, mas que se viam mais vezes, também era comum essa troca de carta, era uma forma de troca de carinho, de atenção, de dedicação e de demonstração do sentimento.


O gesto simples e delicado de enviar uma carta de amor para uma pessoa que nós gostamos muito, é uma forma bem simples de mostrar para essa pessoa que temos um carinho imenso por ela. E que dedicamos um tempo e atenção para colocar em palavras os sentimentos que temos e queremos demonstrar de uma forma diferente, afinal, escrever e ler são formas bem diferentes de demonstração do que apenas falar.

Cartas de Amor
Podemos enviar cartas para os familiares que são queridos, cartas com frases e textos para os amigos e amigas e Cartas de Amor para Namorado. Quem recebe uma carta sempre fica feliz com o presente que foi feito com tanto carinho e exclusivamente para si mesmo.

Cartas de Amor
A carta pode ser escrita à mão, o que a deixa mais especial, pois hoje em dia é raro de as pessoas escreverem, estão acostumadas a imprimir todas as coisas que encontram na internet. Para quem preferir, não tem problema que ela seja impressa, o que importa nesse momento e para a pessoa que irá receber é o conteúdo, tudo que esteja escrito e a atenção que foi dedicada para fazê-la.

Cartas de Amor
Para que a carta para o namorado fique mais bonita, pode ser escrita com canetas coloridas, colar adesivos e ser feita em folhas que são decoradas. Em papelaria de todo o Brasil estão disponíveis diversos modelos românticos e com personagens famosos.

Cartas de Amor para Namorado

“Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos.
Não existem príncipes nem princesas.
Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.”

——
“Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais – não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.” – Carlos Drummond de Andrade

——
“Quero apenas cinco coisas..
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser… sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.
Pablo Neruda”

——
“Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.” – Vinícius de Moraes

——
“Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?” – Luís de Camões

——
“Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos aquele abraço vale mais que qualquer palavra…” – Luís Fernando Veríssimo

——
“Como nos enganamos fugindo ao amor!
Como o desconhecemos, talvez com receio de enfrentar
Sua espada coruscante, seu formidável
Poder de penetrar o sangue e nele imprimir
Uma orquídea de fogo e lágrimas.

Entretanto, ele chegou de manso e me envolveu
Em doçura e celestes amavios.
Não queimava, não siderava; sorria.
Mal entendi, tonto que fui, esse sorriso.

Feri-me pelas próprias mãos, não pelo amor
Que trazias para mim e que teus dedos confirmavam
Ao se juntarem aos meus, na infantil procura do outro,
O outro que eu me supunha, o outro que te imaginava,
Quando – por esperteza do amor – senti que éramos um só.” – Carlos Drummond de Andrade

——
“O Amor

O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p’ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de *dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pr’a saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar..”

——
“O amor romântico é como um traje, que, como não é eterno, dura tanto quanto dura; e, em breve, sob a veste do ideal que formámos, que se esfacela, surge o corpo real da pessoa humana, em que o vestimos. O amor romântico, portanto, é um caminho de desilusão. Só o não é quando a desilusão, aceite desde o príncipio, decide variar de ideal constantemente, tecer constantemente, nas oficinas da alma, novos trajes, com que constantemente se renove o aspecto da criatura, por eles vestida.” – Fernando Pessoa

——
“As sem-razões do amor

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.” – Carlos Drummond de Andrade


É Editora do site eTudo, onde atua desde sua fundação. Gosta de escrever sobre os assuntos mais variados. Perfeccionista por natureza, está sempre em busca de produzir o melhor conteúdo para nossos leitores.

Comentários através do Facebook